top of page

Morfopsicologia

Um dos assuntos mais pedidos na semana passada foi sobre Morfopsicologia.


(Foto- Renata Chede/ Arquivo Vogue)

Sou apaixonada por esse assunto e confesso que demorei para postar, pois é um assunto tão profundo, tão instigante e ao mesmo tempo tão complexo que 1 post seria até injusto. Rs...


Afinal, o que é Morfopsicologia?


Segundo Julián Gabarre, “A Morfopsicologia estuda de forma científica a forma de conhecer as pessoas, o seu tipo de inteligência, o seu caráter, as suas atitudes e as suas aptidões, por meio da observação do rosto e dos elementos que o compõe.”


Mais do que analisar apenas se seu rosto é redondo, quadrado, oval e etc... Na Morfopsicologia, analisamos a expansão e a retração como fatores principais!


O QUE SERÁ QUE SEU ROSTO DIZ SOBRE VOCÊ?


Uma dica? Está estampado na sua cara!

O nosso cérebro é responsável por moldar nosso rosto, mas não é o único responsável por isso!


Cada parte do cérebro irá construir o formato de uma parte do nosso rosto.


Cada detalhe, cada forma, cada assimétrica, espaçamentos, volumes e etc... Contarão a sua história, suas vivências!


Se cada parte do cérebro irá construir o formato de uma parte do nosso rosto, o que será que cada parte representa?


Além disso, outros fatores que contribuirão para a formação da face são:


- Neuroplasticidade: capacidade do sistema nervoso se adaptar de acordo com as experiências;


- Herança Genética: podemos ver algumas semelhanças mas diferenças também.


- O Ambiente que pode ser: o adquirido ou o adaptado. O primeiro (o adquirido) envolve as transformações na face através do ambiente que vivemos: familiar, social, emocional, profissional e etc... Resultando também na nossa forma de agir, pensar e se comportar. Já o segundo (o adaptado), muito semelhante ao que vimos na natureza: um solo rico em nutrientes: plantas mais verdes, repletas de flores e frutos. O mesmo acontece quando voltamos de um período de ferias, por exemplo, voltamos com um feição mais iluminada e descansada.


Antes que vocês me perguntem sobre cirurgias plásticas, harmonização facial ou qualquer outro tipo de interferência, é importante reforçar que estudos mostram que quando nosso cérebro não 'entende' a mudança que foi feita, quando a mente e a alma não entendem essa transformação, ela não dura, não pega... Por isso, é tão importante cuidarmos de dentro para fora sempre com boa alimentação, muita água e meditação.


A beleza da Assimetrias!


Ahhh, sei que parece um pouco clichê essa frase, entenda que tudo é uma questão de percepção, de desconstrução e de ressignificar alguns conceitos.


Eu sempre procurei através da maquiagem corrigir pequenas imperfeições, algumas cicatrizes e principalmente, igualar um lado do meu rosto em relação ao outro.

Por mais que eu soubesse que era normal e que quase ninguém tem um rosto simétrico, buscava esse harmonia visual (lua em virgem, não é?).


Até o dia que descobri que cada lado do nosso rosto tem uma representação importante na morfopsicologia:

Um lado, representa o nosso passado, nossas histórias e vivências. Já o outro, expressa a forma como estamos encarando o presente/futuro, como estamos agindo e reagindo ao momento atual e em relação aos nossos planos!


Depois que descobri isso, passei a amar ainda mais minha assimetria facial. Descobri que um dos maiores 'storyteling' da minha vida está estampado no meu rosto e agradeci por ser assim! Passei a me amar ainda mais e a valorizar o que sou e como sou!



45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page